O que é um Hedge Fund? O Guia Completo

Ao contrário do que o nome sugere um Hedge Funds, conhecido também como fundo de hedge ou fundo alternativo não é um fundo mútuo ou uma estratégia de investimento, mas uma instituição de gerenciamento de fundos. É configurado por um gerente de fundos ou um consultor de investimentos.

Os fundos de hedge usam o capital de seus clientes para gerar lucro nos mercados, usando diferentes estratégias de investimento ou negociação. Em outras palavras, os investidores colocam seu dinheiro em fundos de hedge para que invistam em seu lugar, por taxas de administração ou desempenho.

Histórico de Investimentos e Estrutura

Os fundos de hedge foram criados na década de 1950. Sua particularidade reside no fato de usarem uma gestão ativa em comparação com os fundos tradicionais.

História do Hedge Fund

Como vimos, o conceito de fundos de hedge remonta a 1949. Alfred Winslow Jones projetou uma estratégia de investimento na época, que ele considerava mais eficiente do que aquelas usadas pelos fundos tradicionais. Assim, ele imaginou uma carteira composta de comprador, vendedor e posições com margem (alavancagem), a fim de aumentar seu potencial retorno.

Em 1952, Alfred mudou a estrutura de sua empresa, transformando-a em uma companhia limitada e depois cobrou de seus investidores uma comissão de 20% sobre a performance. Outros fundos de hedge seguiram seu modelo de gestão ativo. Os fundos de hedge tornaram-se bem-sucedidos e conhecidos na década de 1970, quando essas instituições conseguiram superar os fundos tradicionais. No entanto, nem todos os fundos de hedge tiveram sucesso; alguns deixaram de operar após perder grande parte de seu capital.

Um dos fundos de hedge mais bem-sucedidos da história, a Bridgewater Associates, criada por Ray Dalio em 1975, ainda está ativa. A Bridgewater Associates possui ativos sob gestão de mais de US $ 160 bilhões.

Bridgewater

De Onde Vem o Nome Hedge Fund?

O termo Hedge Funds, no português “fundo de hedge,” se origina do fato de que alguns administradores de Hedge Funds abrem simultaneamente posições longas e curtas em ações. Hedge é um termo do mercado de ações que limita o risco abrindo duas posições opostas que têm aproximadamente o mesmo tamanho.

Os Hedge Funds usam diferentes tipos de estratégias e negociam em todos os tipos de produtos financeiros, não apenas em ações. O primeiro fundo de hedge foi criado em 1949 por Alfred Winslow Jones, um investidor australiano.

No Brasil o termo se aplica ao multimercado. Muitos querem saber: quais são os fundos multimercados? são vários e para vários tipos de clientes, desde os mais arrojados aos conservadores,

Qual é o Objetivo do Hedge Fund?

O objetivo do Hedge Funds é simples: aumentar o capital de seus clientes. Eles tentam gerar lucro, quaisquer que sejam as condições do mercado: alta, baixa, volátil, etc. O gerente do fundo de hedge, portanto, atua como trader. Adapta sua estratégia de acordo com as flutuações do mercado.

Estruturas de Investimento

De acordo com a SEC, o fundo de hedge é “um tipo de fundo mútuo privado e não registrado, que utiliza técnicas sofisticadas de proteção e arbitragem para negociar no mercado de fundos”. Diferentemente dos fundos tradicionais, que obtêm seu desempenho em correlação com os mercados, os Hedge Funds buscam desempenho absoluto que não se baseia em nenhum parâmetro de referência.

Portanto, os investidores estão mais expostos às estratégias empregadas pelo fundo de hedge do que aos mercados. Os investidores que recorrem a Hedge Funds portanto, buscam perfomance superior ao do mercado. Os Hedge Funds são, portanto, gerenciados ativamente, usando a liberdade de adquirir produtos financeiros mais arriscados que os investimentos tradicionais.

Instrumentos Negociados

Quais os tipos de hedge? Ao contrário dos fundos mútuos, que geralmente são limitados a ações e títulos, os fundos de hedge podem ser negociados em uma ampla gama de instrumentos financeiros.

  • Ações,
  • Títulos,
  • Fundos mútuos,
  • Forex,
  • Criptomoedas,
  • Imóveis,
  • Derivativos (futuros, opções, swaps, etc.).

Essa diversidade permitiu que os fundos de hedge atraíssem investidores que desejam diversificar seu portfólio. Existem quase 15.000 fundos de hedge em todo o mundo que hoje administram mais de US $ 3 trilhões.

Hedge Fund

Quem Pode Investir no Hedge Fund?

Os fundos de hedge geralmente definem um capital mínimo a ser confiado a eles. Isso geralmente custa cerca de 50.000 euros. Quer saber como criar um Hedge Fund? saiba que ele é direcionado para um certo tipo de investidor:

  • Pessoas ricas
  • Bancos
  • Instituições financeiras
  • Fundos de pensão

Como Funciona o Hedge Fund?

Os fundos de hedge operam com base em uma parceria entre investidores e gestor de fundos. Eles convencem suas perspectivas da confiabilidade de sua abordagem de investimento. Quando um investidor coloca seu dinheiro em um fundo de hedge, geralmente são cobrados dois tipos de taxas: taxas de administração e taxas de desempenho. Discutiremos esse assunto mais tarde.

Características de um Hedge Fund

  • Dependendo de seus objetivos, eles estão envolvidos em todos os mercados e derivativos. Eles podem usar estratégias complexas.
  • Eles usam alavancagem, emprestando fundos adicionais para gerar um alfa positivo.
  • A maioria dos fundos de hedge aplica a estrutura de preços “2 e 20”. Ou seja, 2% de taxa de administração e 20% de taxa de desempenho.

Alavancagem

Os fundos de hedge usam alavancagem para aumentar sua lucratividade nos mercados. Eles podem fazer isso de diferentes maneiras:

Negociação de margem: negociar com margem envolve empréstimos, a fim de poder abrir posições maiores. O fundo de hedge pode emprestar esses fundos de bancos de investimento.

Por exemplo, com uma margem de € 500, ele pode emprestar mais € 500 do banco de investimento para comprar uma ação a € 1.000. Se a ação for de € 2.000, ele ganha € 1.000 em vez de € 500, o que ele faria recebeu se ele tivesse usado apenas seus € 500 iniciais.

Linha de crédito: o fundo de hedge pode pedir emprestado a um banco, para ter mais fundos para negociar. O princípio é o mesmo da negociação de margem.

Estrutura de Preços

Como vimos, o padrão de comissão para o setor é “2 e 20”. O fundo de hedge fatura 2% das taxas por ano, retiradas dos ativos administrados, independentemente do desempenho e das condições do mercado. Além dessas taxas de administração, o cotista paga taxas de desempenho quando o fundo de hedge conseguiu gerar um ganho de capital em seu investimento. Esses custos de desempenho são geralmente de 20%.

Estrutura de preços

Por exemplo, um administrador de fundos cria seu fundo de hedge e um investidor confia a ele 1 milhão de euros. O gerente receberá 2% de 1 milhão, ou 20.000 euros, independentemente do desempenho. Então, suponha que ele ganhe 200.000 euros aplicando sua estratégia de investimento. Ele ainda recebe 20% dessa quantia, ou € 40.000.

Estratégias do Hedge Fund

Estratégias do Hedge Fund

Desde a criação do primeiro fundo de hedge, muitas estratégias de investimento foram desenvolvidas. Alguns são simples de compra e manutenção, outros são mais complexos e usam derivativos.

Abordagem Macroeconômica

Uma estratégia macro é relativamente simples e baseia-se principalmente em indicadores econômicos como PIB ou taxas de juros, mas também em eventos políticos.

Por exemplo, suponha que os Estados Unidos decidam suspender qualquer sanção contra o Irã. Isso resultaria no país capaz de produzir e exportar mais petróleo, o que se traduziria em aumento da produção mundial. Assim, o fundo de hedge poderia especular sobre a queda no preço do petróleo.

  • Benefícios: aproveita as tendências de longo prazo.
  • Desvantagens: muitos fatores macroeconômicos podem comprometer posições.

Multi-Estratégias

Os fundos especulativos com uma abordagem multi-estratégica usam uma variedade de instrumentos financeiros para vencer os mercados. Eles não se especializam em um método específico. Seu objetivo é obter lucro, independentemente da situação do mercado. Esses fundos de hedge tendem a ser muito conservadores e dão grande importância ao gerenciamento de riscos.

  • Vantagem: portfólio muito diversificado.
  • Desvantagem: a forte diversificação limita o rendimento.

Estratégia Orientada a Eventos

Com uma abordagem orientada a eventos, o gerente de fundos geralmente tenta tirar proveito de eventos microeconômicos relacionados a uma empresa ou um setor. Na verdade, é uma negociação de notícias.

Por exemplo, os avisos de lucro geralmente são acompanhados por uma queda na participação da empresa. O fundo de hedge pode tirar proveito desse fenômeno, vendendo o título a descoberto. A abordagem orientada a eventos torna possível tirar proveito das flutuações de curto prazo.

  • Vantagem: permite capturar movimentos de curto prazo.
  • Desvantagem: requer ação rápida, às vezes antes do anúncio oficial de notícias.

Patrimônio Longo-Curto

Também conhecido como equity hedge, mas o que é um fundo Equity Hedge? Esta estratégia é a mais simples dos mercados de ações. Consiste em comprar as ações subvalorizadas e vender as ações supervalorizadas. Os fundos de hedge podem ser compradores ou vendedores neste mercado. A vantagem é que eles podem tirar proveito dos mercados em ascensão e queda.

O fundo de hedge pode ter três abordagens no que diz respeito ao patrimônio de longo e curto prazo

  • Longo: o fundo de hedge está mais exposto à compra do que à venda a descoberto, ou seja, suas posições longas são mais substanciais que suas posições curtas.
  • Curto dedicado: o fundo de hedge está mais exposto às vendas.
  • Neutro no mercado: as posições longas e curtas são bastante equilibradas.
  • Vantagem: adequado para todas as condições do mercado.
  • Desvantagem: a escolha de ações (escolha de títulos) pode ser difícil.

Valor Relativo ou Arbitragem

Esta é uma estratégia que os fundos de hedge usam para tirar proveito da diferença de preço entre dois ativos semelhantes. Arbitragem significa comprar e vender dois ativos simultaneamente, que são considerados não listados pelo seu valor real.

O trader, portanto, vende o ativo que está supervalorizado e compra o ativo que está subvalorizado. Quando seus preços retornam ao equilíbrio, eles liquidam essas posições. A arbitragem pode ser usada para duas ações, duas mercadorias, dois títulos, etc.

  • Vantagem: ajuda a limitar o risco (compra e venda simultâneas).
  • Desvantagem: o rendimento é muito limitado.

Estratégia do Fundos Abutres

Este tipo de especulação envolve a compra de dívida emitida por empresas em dificuldades a um preço baixo. O objetivo é aproveitá-lo durante a fase de reestruturação da dívida, quando a empresa recupera sua viabilidade financeira.

  • Vantagem: potencialmente produz altos rendimentos.
  • Desvantagem: muito arriscado, porque você está investindo em uma empresa em dificuldade.

Negociação Quantitativa

Os fundos de hedge de abordagem quantitativa estão cada vez mais presentes nos mercados, e os fundos de hedge tradicionais estão começando a adotar estratégias quantitativas. A análise quantitativa consiste no desenvolvimento de algoritmos, que serão a base da negociação automatizada nos mercados.

A negociação em quantidade é baseada em uma abordagem sistemática e não discricionária. Os robôs de negociação são responsáveis ​​por tomar decisões de investimento no lugar do gerente, que ainda está sempre presente para monitorar o desenvolvimento das operações.

  • Vantagem: permite desconsiderar eventos macro e microeconômicos.
  • Desvantagem: rendimento limitado.

Fundos de Hedge e Fundos Mútuos

Os conceitos de fundos de hedge e fundos mútuos podem ser confusos. Sua principal diferença é que os fundos de hedge usam alavancagem e derivativos, enquanto os fundos de investimento são limitados a investimentos mais tradicionais.

Qual é a Diferença Entre um Fundo de Hedge e um Investimento de Fundo Mútuo?

Fundo Mútuo

Os fundos mútuos são semelhantes às empresas, coletando vários títulos financeiros para diversificar. Quando o investidor coloca seu dinheiro em um fundo mútuo, ele se torna um acionista do fundo. Você tem uma parte do fundo.

Ao contrário dos fundos de hedge, os fundos de investimento são limitados a estratégias de investimento tradicionais e menos arriscadas: compra de ações e títulos. Eles não realizam vendas a descoberto, negociação de alta frequência, negociação de Forex ou derivativos.

Existem vários tipos de fundos mútuos, que apresentam riscos e retornos diferentes.

  • Index funds,
  • Fundos de colocação de trabalhadores,
  • Renda fixa,
  • Contrapesos,
  • Crescimento / patrimônio,
  • Mercado monetário,
  • Private equity.

Fundo de Hedge

Fundos de hedge também agrupam o capital dos investidores, mas não são vendidos na forma de títulos. Eles são menos acessíveis, uma vez que essas instituições exigem várias dezenas de milhares de euros para poderem integrar seu capital.

Eles não estão sujeitos às regras de proteção ao investidor estabelecidas pelas autoridades do mercado para fundos de investimento. Suas estratégias de investimento são, portanto, muitas vezes mais agressivas e buscam um desempenho melhor que o mercado. E isso, usando alavancagem, bem como derivativos.

Os fundos de hedge também são uma maneira de diversificar dos fundos de investimento. Por exemplo, se você tiver apenas títulos de fundos mútuos, poderá estar apenas em uma posição longa nos mercados. Isso se traduz em um desempenho ruim em caso de queda nos mercados. No entanto, quando você coloca seu dinheiro em um fundo de hedge, reduz sua exposição à desvantagem, à medida que os gerentes usam estratégias proativas de hedge.

Risco Associado ao Investimento em Fundos de Hedge

O investimento em fundos de hedge é muito arriscado. É importante entender que, quando o fundo de hedge é rentável, ele compartilha os ganhos de capital com o investidor. Por outro lado, se o fundo de hedge perde dinheiro, apenas os investidores perdem, a menos que o gerente invista seu próprio capital no fundo. O risco de perder é, portanto, muitas vezes inteiramente do lado do investidor.

O uso de alavancagem e derivativos aumenta ainda mais o risco. Mas os fundos de hedge usam esse último para implementar estratégias de hedge complexas e sofisticadas.

Os fundos de hedge geralmente não divulgam suas estratégias de investimento por medo de perder sua vantagem estatística nos mercados (margem de negociação). Eles podem, no entanto, informar os investidores das principais linhas de sua abordagem e dos produtos que usam.

Vantagens e Desvantagens dos Fundos de Hedge

Vantagens

  • Mais flexíveis que os fundos tradicionais.
  • Controle menos rigoroso por parte das instituições de regulação do mercado.
  • Elevados rendimentos de até 25% ao ano para seus clientes.
  • Eficaz para diversificar.

Desvantagens

  • Falta de transparência.
  • Não líquidos, os investidores investem seu capital a longo prazo.
  • Mais arriscado que os investimentos tradicionais (ações, imóveis, fundos mútuos etc.).
  • Má reputação.

Os fundos de hedge são menos controlados e, portanto, menos transparentes que os fundos tradicionais. Os gerentes geralmente impõem um período durante o qual você não pode retirar seu capital investido.

Os clientes geralmente precisam esperar de um a três anos para poderem recuperar todo o seu capital. Se, durante esse período, o fundo de hedge ao qual você confiou seu dinheiro não for rentável, você corre o risco de ficar impaciente.

É importante ressaltar que os fundos de hedge também têm má reputação, erroneamente, devido ao fato de que freqüentemente lucram com crises e quedas repentinas. Mas, no momento em que alguns fundos de hedge se aproveitam desses eventos, outros perdem. Além disso, participam da liquidez dos mercados, para que qualquer investidor encontre uma contraparte mais facilmente.

Regulamentação de Fundos de Hedge

Regulamentação Hedge Fund

Embora os fundos de hedge sejam obrigados a registrar-se junto às autoridades do mercado financeiro, seu método de gestão não é totalmente regulamentado em comparação aos fundos tradicionais.

Nos Estados Unidos

Nos Estados Unidos, os fundos de hedge são regulados nos estados em que estão estabelecidos. Se o gerente tiver menos de 25 milhões de ativos regulamentados sob administração, a instituição não precisará se registrar na SEC (Securities and Exchange Commission).

No Reino Unido

O Reino Unido é o maior mercado de fundos de hedge da Europa. Um fundo de hedge estabelecido no Reino Unido deve se registrar na FCA (Financial Conduct Authority). Os gestores de Hedge Funds também estão sujeitos às regras estabelecidas pela MiFID II no Reino Unido. Essas regras estão relacionadas a estratégias de investimento e marketing.

Na França

Na França, os fundos de hedge, ou fundos alternativos, estão sob a autoridade da AMF. Mais precisamente, fundos alternativos são regulamentados pela AMF. De acordo com as diretrizes do Parlamento da UE 2011/61, todos os fundos estabelecidos na União Europeia se beneficiam de um passaporte europeu, que lhes permite comercializar sua oferta em toda a zona econômica.

Na América Latina

Na América Latina, os Hedge Funds estão sujeitos aos regulamentos das autoridades de mercado competentes. Aqui estão autoridades reguladoras do mercado das 4 principais economias da região.

PaísAutoridade Reguladora
BrasilComissão de Valores Mobiliários e Comissão de Câmbio
MéxicoMinistério das Finanças e Crédito Público e CNBV
ArgentinaComisión Nacional de Valores (CNV)
ColômbiaSuperintendencia Financiera de Colombia

Na Ásia-Pacífico

PaísAutoridade Reguladora
JapãoInstrumentos Financeiros and Exchange Act (Fiea)
AustráliaAustralian Securities Comissão de Investimentos (ASIC)
ChinaChina Regulatory Securities Commission (CSRC)
Hong KongValores Mobiliários e de Futuros (SFC)

Os Cinco Maiores Fundos de Hedge do Mundo e Suas Estratégias

Os Estados Unidos são o mestre indiscutível do mercado de Hedge Funds. Existem os maiores Hedge Funds do mundo.

Fundo de HedgeAtivos Sob Gestão (em bilhões de dólares)Estratégia Principal
Citadel Investment Group218Multi-estratégia / commodities
Berkshire Hathaway208Long Equity  
Renaissance Technologies113.6Arbitragem
AQR Capital Management89.6Multi-estratégia
DE Shaw80Comércio quantitativo

Debate e Controvérsia

Embora sejam importantes no mercado financeiro, os fundos de hedge não possuem boa reputação. Eles são frequentemente acusados ​​de lucrar com o colapso das sociedades e crises financeiras.

Risco Sistêmico

O histórico demonstrou que os fundos de hedge são atores-chave na esfera financeira e até econômica. Após o colapso do Gerenciamento de Capital de Longo Prazo (LTCM) em 1998, o mundo percebeu que eles representavam um risco sistêmico. O LTCM era um renomado fundo de hedge nos Estados Unidos, mas endividado até 25 vezes o tamanho de seu capital (alavancagem 1:25).

O risco sistêmico descreve a possibilidade de uma série de falhas correlacionadas entre instituições financeiras. Isso geralmente vem de uma instituição ou setor específico: banco ou fundo de hedge. A queda do LTCM causou uma crise de liquidez nos Estados Unidos.

Esse risco sistêmico representado pelos fundos de hedge deve-se em parte ao fato de os grandes bancos possuírem agências de negociação com suporte, que frequentemente operam como Hedge Funds. Além disso, a negociação de determinados derivativos alavancados é realizada por bancos de investimento. Dito isto, os Hedge Funds expõem os bancos ao risco associado à sua atividade de negociação. A falência de um fundo de hedge de grande calibre pode, portanto, perturbar a performance dos mercados financeiros e toda uma economia.

Notícias Negativas

Os fundos de hedge são frequentemente apontados por especulações excessivas no mercado desde a queda do LTCM em 1998. Além disso, a maioria deles mal consegue vencer o mercado.

A CEM Benchmarking, uma empresa de consultoria de investimentos com sede em Toronto, comparou a rentabilidade de 382 grandes fundos de hedge com a dos índices de ações e títulos. A CEM descobriu então que os fundos de hedge não podiam, em média, vencer o mercado anualmente entre 2000 e 2016. Em outras palavras, os fundos tradicionais poderiam facilmente ter se saído melhor do que Hedge Funds.

Falta de Transparência

Você provavelmente já entendeu que Hedge Funds não são as instituições financeiras mais transparentes. Os investidores geralmente não sabem em que os gerentes estão investindo, pois geralmente são instrumentos complexos. É por isso que é recomendável buscar um consultor financeiro antes de tomar a decisão de investir em um fundo de hedge.

Conclusão

Os fundos de hedge são veículos de investimento sofisticados e controversos. Eles assumem mais riscos, a fim de superar os mercados. Para fazer isso, os Hedge Funds usam estratégias complexas, usando derivativos e alavancagem.

Estudos demonstraram que “vencer os mercados” nem sempre é fácil, apesar dos pesados ​​recursos investidos pelos fundos de hedge. No entanto, eles continuam sendo uma solução altamente atraente para investidores que buscam crescimento absoluto. Por fim, eles permitem diversificar em comparação aos investimentos tradicionais.

Perguntas Frequentes

Qual é o investimento mínimo para um fundo de hedge?

Existem fundos alternativos que aceitam um investimento relativamente baixo, a partir de € 25.000.

Os fundos de hedge são regulamentados na França?

Os fundos de hedge são registrados em órgãos reguladores como a AMF na França. Mas eles estão livres de seus métodos de gerenciamento.

Um fundo de hedge é mais arriscado que um fundo de investimento?

Sim.